Europeando: Parte III: E a alimentação? Dá pra ter uma ideia do que, onde e quanto gastar com isso?

Continuando nossa série de posts sobre como realizar a sua viagem dos sonhos (quer saber como isso começou? Clique aqui), vamos falar sobre algo essencial: comida!

Nesse momento eu pretendo te ajudar a realizar uma previsão de gastos com comida.
Lembre-se que o nosso objetivo aqui é tornar a sua viagem dos sonhos real, otimizando seu tempo e economizando o seu dinheiro.
Em encontros futuros, nos quais eu irei apresentar para vocês os meus roteiros, eu vou dizer exatamente onde comi, se foi bom, se não foi, aonde ficava, quanto gastei...


Alimentação é um item que varia muito de preço em qualquer lugar. Ao realizar as minhas pesquisas eu vi inúmeros casos de pessoas que gastaram muiiito dinheiro porque escolheram o lugar errado para comer (existem lugares do tipo:se sentar para comer paga a mais do que se pedir para levar, entre outros). Isso me apavorava.

Um fato que ainda não comentei é que, apesar de eu ter bons conhecimentos em inglês, eu tenho muita dificuldade em me expressar. Essa viagem foi a primeira vez que eu estava em um lugar estranho, com outra língua, outra cultura e eu não queria correr o risco de ter que discutir ou pedir ajuda para alguém.
Isso, somado ao fato do dinheiro ser contado, me motivou a planejar extremamente a viagem. Assim eu pude evitar erros e economizar.
Já pensou se me perco ou se janto num lugar caríssimo e preciso gastar todo o dinheiro disponível para aquele país? Ia ser muito estressante.

Por isso, após escolher o hotel (confere o post que irá te ajudar a escolher o hotel aqui) e saber mais ou menos a localização dos pontos turísticos, eu fiz uma pesquisa sobre “lugares para se comer sem gastar muito”.
Novamente é aquele tipo de pesquisa chatinha (na verdade eu adoro) e que dá um pouco de trabalho, mas eu encontrei inúmeras dicas. É só digitar no Google "comida barata em Paris" e inúmeras dicas irão aparecer.
Ao encontrar uma boa opção, eu colocava o nome do restaurante no Google Earth (já falamos sobre isso aqui) para ver se ele se encaixava na minha rota.
E sim gente, dá certo! Encontrei inúmeras opções, inclusive ótimos restaurantes super em conta.
Olha o exemplo de Roma novamente, agora com lugares para comer marcados. 
Além disso facilita muito a vida né?! Você ganha tempo sabendo exatamente onde deseja ir ou sabendo que se for para "tal lugar" poderá aproveitar e almoçar ali perto.


Outro ponto positivo de realizar essa pesquisa é aprender sobre a culinária local
Com a pesquisa eu já sabia que queria/deveria conhecer determinados restaurantes e experimentar algumas comidas típicas, como esses waffles mágicos da Bélgica!


Outra ferramenta muito útil nesse momento foi o TRIPADVISOR. Eu utilizei tanto para ajudar a escolher o hotel quando para lugares onde comemos. 
O Tripadvisor é um site onde pessoas/consumidores podem opinar sobre lugares que já estiveram. Nele você obtém informações como horário de funcionamento, média de preço, qualidade, conforto, higiene, atendimento, entre outros.


Outra opção que pode ajudar é marcar opções de fastfood no roteiro, porque é fácil de pedir, rápido e a comida e o preço são similares em todo o mundo.

Com a pesquisa realizada e as informações provenientes do Tripadivsor, eu consegui estipular uma previsão média de gastos com comida. No meu caso foi aproximadamente 20 euros por dia. Oi? Dá pra comer com 10 euros por refeição? É só voltar no início desse post e espiar as fotos! Hahaha ninguém passou fome, muito pelo contrário!


Apesar de eu ter planejado e pesquisado cada detalhe, nós não ficamos presos a esse roteiro. Nós curtimos a nossa viagem e comemos em diversos lugares
O importante foi: caso acontecesse alguma situação de emergência eu saberia para onde correr. Além disso, passando na frente de um estabelecimento que fez parte da minha pesquisa, eu me sentia segura para entrar, sentar e comer com a certeza de que não estava correndo o risco de gastar mais dinheiro do que eu poderia.

 ❤ Tarefa de casa: 
  • Procurar na internet dicas sobre alimentação no seu destino.
  • Com essas informações, marcar os estabelecimentos Google Earth. 
  • Pesquisar sobre esses estabelecimentos no Tripadvisor.
  • Com base nisso, estipular uma média de gastos diários referentes à alimentação.

Chegando ao fim desse post eu acredito que vocês já saibam qual foi o lugar que eu comi mais e melhor! Começa com RO e termina com MA. Não quero nem lembrar de todas aquelas massas porque me dá até palpitação!



Qualquer dúvida referente a essa etapa eu estou a disposição.
Contribua com o post. Deixe seu comentário, sua dica, sua sugestão...

Espero que esteja gostando!
Na próxima quarta você ficará sabendo: Qual é o melhor meio de transporte durante a viagem?

Beijos...

3 comentários:

  1. Puxa eu estou planejando viajar pra fora faz tempo e nunca parei pra pensar nisso! é tanta coisa! Mas obrigada pelas dicas! são super importantes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, super importantes!
      Eu tinha muito medo de faltar dinheiro ou tempo, mas planejando bem até sobrou! :)

      Excluir
  2. Que post super completo! Eu sempre pesquiso no Trip Advisor também, lugares, restaurantes e hotéis. As fotos do macarrão me deixaram com água na boca! Um beijo!

    http://www.robertazanatta.com.br

    ResponderExcluir